Abril Laranja: o mês de combate à crueldade aos animais

Atualmente, nós sabemos como os maus-tratos aos animais são comuns – vídeos e notícias sempre vêm à tona nos mostrar pessoas praticando diversas crueldades contra os mais diversos bichinhos (cachorros, gatos, aves, baleias, golfinhos, tartarugas, entre outros).

Pensando nisso, a ASPCA (The American Society for the Prevention of Cruelty to Animals, ou seja, Sociedade Americana de Prevenção da Crueldade aos Animais) criou o Prevention of Cruelty to Animals Month, conhecido como Abril Laranja aqui no Brasil.

Afinal, o que é o Abril Laranja?

Abril laranja

Abril Laranja nada mais é que o mês de combate à crueldade aos animais. 

Ah, e vale a pena lembrar que abril foi escolhido porque foi o mês da fundação da ASPCA, em 1866, e o laranja foi selecionado por ser a cor primária da instituição.

Quais atos são considerados maus-tratos aos animais?

Cachorro triste

Os atos que configuram maus-tratos aos animais são:

  • Abandonar
  • Capturar animais silvestres
  • Deixar sem ventilação ou luz solar
  • Ferir, mutilar ou envenenar
  • Manter em locais pequenos e sem higiene
  • Manter preso permanentemente em correntes
  • Não abrigar do sol, chuva ou frio
  • Não dar comida e água todos os dias
  • Negar assistência veterinária quando o animal está doente ou ferido
  • Obrigar o trabalho excessivo ou que seja superior à sua força
  • Promover violência, como rinhas e farra-do-boi
  • Utilizar animais em shows, causando pânico ou estresse

Mas como combater essa crueldade?

Abril laranja: combate aos maus-tratos

Existem diversas atitudes que você pode tomar para combater a crueldade contra os animais. Vamos conhecê-las?

1. Antes de tudo, cuide bem do seu pet!

Cuidar bem do seu peludo envolve diversos cuidados, então fique de olho e:

2. Que tal adotar?

Milhares de animais abandonados ou que vivem nas ruas esperam por um lar. Por que não dar uma chance a eles.

3. Eduque e informe as pessoas que você conhece

Algumas pessoas querem ter um pet apenas para não se sentirem tão sozinhas e ter uma companhia – mas ter um bichinho vai muito além disso! Existem prós e contras que precisam ser levados em consideração.

4. Você pode ser voluntário ou fazer doações recorrentes

Dessa forma, você conseguirá ajudar ONGs, abrigos e muitos animais que precisam de auxílio – seja clínico ou alimentar.

5. Evite usar marcas que fazem testes em animais ou não os tratam com respeito

Isso inclui absolutamente tudo: maquiagens, hidratantes, shampoos e condicionadores, roupas, carnes, ovos e muito mais! 

Então, antes de adquirir esses produtos, é importante fazer uma pesquisa sobre as marcas para saber como elas lidam com os animais!

6. Denuncie

Se você se deparar com casos de maus tratos, não hesite em denunciar.

Como denunciar maus-tratos?

Cachorro abandonado

Para denunciar, você pode:

  • Registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia mais próxima
  • Realizar a denúncia ao setor de vigilância sanitária, zoonoses ou meio ambiente
  • Comparecer à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente
  • Para animais silvestres, denunciar ao IBAMA pelo número 0800 61 8080 ou pelo e-mail [email protected]
  • Procurar a Delegacia Eletrônica de Proteção Animal (DEPA)

Comentários